Leitura

Hospital e Maternidade Santa Isabel está entre os três hospitais sergipanos selecionados para participar do Projeto Nacional sobre Segurança do Paciente

05 de Julho de 2021


Desde 2016, o Hospital e Maternidade Santa Isabel vem buscando estratégias para potencializar a segurança dos pacientes, tendo em vista as diretrizes nacionais relacionadas à temática.


Atualmente a instituição dispõe de equipes de trabalho imprescindíveis como, o Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH), com a Enfermeira Cristiane Barreto Domingos Freire, a Comissão de Cuidados com a Pele (CCP), com a Enfermeira Aline Cardoso Machado Vasconcelos e o Núcleo de Segurança do Paciente (NSP), com a Enfermeira Suyane Amaral de Queiroz Gama.


De forma recente, foi criado um Grupo de Trabalho para Acreditação Hospitalar (GT Acreditação), composto pela Enfermeira Ana Carine Sattler Maia e o Enfermeiro Max Oliveira Menezes, o qual vislumbra um serviço de excelência em saúde com foco no aprimoramento da qualidade e assistência, fato que corrobora com a proposta de Segurança do Paciente.


Nessa perspectiva, o Santa Isabel galgou a participação no Projeto Paciente Seguro, obtendo aprovação e integrando o seleto grupo dos três hospitais sergipanos contemplados.


O Projeto “Paciente Seguro” consiste em uma parceria entre o Hospital Moinhos de Vento e o Ministério da Saúde, por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS).


Esse projeto tem por objetivo melhorar a segurança do paciente em hospitais públicos, com base no Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP) do Ministério da Saúde.


Assim, representantes do Hospital Moinhos de Vento prestarão consultoria in loco durante um ano, para compartilhar suas experiências na qualificação efetiva dos protocolos básicos de Segurança do Paciente, além de avaliar possíveis mudanças a serem implementadas.


Segundo a Enfermeira Suyane Amaral, as experiências de outras instituições agregarão mais conhecimento “O desafio será gratificante, uma vez que contribui para a qualificação do cuidado em saúde, tendo como uma das estratégias a educação de pacientes, familiares e acompanhantes e a inclusão de todos os profissionais da Instituição, protagonizando o paciente, nosso maior Patrimônio.”, relata.


A Enfermeira Aline Machado também destaca a importância da adesão do HMSI ao Projeto “Paciente Seguro”. “Ele auxiliará tanto a CCP quanto o NSP a fortalecer a cultura de segurança do paciente, a exemplo, de traçar mais estratégias com o foco na prevenção de lesão por pressão, dentro da unidade de terapia intensiva. Estas estratégias trarão maior benefício para o paciente, com a redução de danos, redução de tempo de internação e consequentemente, proporcionará melhoria no tratamento. Estamos sempre buscando recursos para que os nossos pacientes sejam atendidos com qualidade e da forma mais segura.”, afirma.


Galeria de Fotos