Leitura

Hospital e Maternidade Santa Isabel homenageia Padre Pedro em uma missa

09 de Julho de 2021


Nesta sexta-feira (09), o Hospital e Maternidade Santa Isabel homenageou Padre Pedro em uma missa. A celebração foi realizada pelo Padre Marcelo Conceição, na capela do hospital. Contou com a presença da direção e funcionários da instituição. A cerimônia foi transmitida ao vivo nas redes sociais da instituição.


O presidente interino do Santa Isabel, Douglas Rosendo, apresentou o quadro do Padre Pedro que ficará exposto na capela do hospital, assim como suas cinzas que estão enterradas no local, eternizando seu legado de mais de 40 anos visitando e acalentando os enfermos e familiares diariamente, enquanto capelão.


História de Padre Pedro


Pedro Alves de Oliveira nasceu na cidade de Riachão do Dantas, a cerca de 100 km da capital sergipana, em 3 de julho de 1904. Sua infância foi nas cidades de Estância e São Cristóvão. Teve 10 irmãos, entre eles, está o pintor José Inácio Alves de Oliveira, conhecido como J. Inácio.


Já na fase adulta, morando em Aracaju, foi professor na Escola Normal, no Seminário (onde lecionou português, francês e latim) e nos colégios Tobias Barreto e Atheneu. No dia 28 de julho de 1928, dia de Nossa Senhora da Conceição, padroeira de Aracaju, Pedro de Oliveira foi ordenado Padre.


Vindo de uma família católica, realizou o sonho da mãe e se tornou padre aos 24 anos. Sempre bondoso, realizava ações em prol dos necessitados.


Pela Igreja Católica, foi vigário nas cidades de Propriá, Rosário do Catete, Maruim, Santo Amaro das Brotas, Tobias Barreto e Arauá. Como capelão do Hospital Santa Isabel, visitou os enfermos e familiares diariamente por mais de 40 anos, conversando e dando conforto a quem estivesse por ali., conversando e dando conforto a quem estivesse por ali., conversando e dando conforto a quem estivesse por ali.


Boa parte do trabalho de caridade de Padre Pedro era feito nas ruas. Andava sempre a pé, nunca aceitando carona, e por onde passava, conversava com os moradores de rua, oferecendo auxílio espiritual. Além disso, distribuía todos os dias pães aos necessitados.


Muitos podem não conhecer a figura do Padre Pedro, mas já ouviram falar do restaurante que leva seu nome, localizado na Avenida Carlos Firpo, no Centro da Capital. Assim como o próprio padre fez em vida - oferecendo alimento para o corpo e para a alma -, o Restaurante Padre Pedro tem a missão de oferecer comida nutritiva e saborosa, a um preço simbólico, possibilitando que pessoas carentes tenham a oportunidade de ter refeições de qualidade com dignidade.


Quem se recorda de Padre Pedro, o faz com carinho e grande admiração. Um exemplo de ser humano, que viveu pelo amor ao próximo. A lição que este iluminado sergipano nos deixa com sua memória é a da compaixão. Fazer o bem ao outro sem esperar nada em troca é mudar, nem que seja um pouquinho, a realidade dura de quem ainda sofre com a falta do básico, como alimentação, abrigo e conforto espiritual.


Galeria de Fotos