Leitura

Hospital e Maternidade Santa Isabel realiza missa em homenagem à padroeira da instituição

09 de Julho de 2021


No último domingo (04) foi o dia de Santa Isabel de Portugal e para celebrar essa data, o Hospital e Maternidade Santa Isabel realizou uma missa em homenagem à padroeira da instituição. Celebrada pelo Padre Marcelo, a missa foi transmitida teve duração de uma hora, contando com muita música e adoração.


Isabel Aragão nasceu na Espanha, em 1271. Aos treze anos casou-se com o herdeiro do trono de Portugal, Dom Dinis. Esse casamento significou para Isabel uma coroa de rainha.


Tida como uma das rainhas mais belas das cortes espanhola e portuguesa possuía uma forte e doce personalidade, era muito inteligente, culta e diplomata. Mesmo assim, sofria com as aventuras extraconjugais do rei.


Seu coração era tão bondoso que perdoava as traições do rei, criando dentro dos preceitos cristãos, seus filhos e os filhos do rei fora do casamento.


Sua atuação nas disputas internas das cortes de Portugal e Espanha, nos idos dos séculos XIII e XIV, está contida na história dessas cortes como a única voz a pregar a concórdia e conseguir a pacificação entre tantos egos desejosos de poder. Ao mesmo tempo que ocupava o seu tempo ajudando a amenizar as desgraças do povo pobre e as dores dos enfermos abandonados, com a caridade da sua esmola e sua piedade cristã.


Ergueu o Mosteiro de Santa Clara de Coimbra para as jovens piedosas da corte, O mosteiro cisterciense de Almoste e o santuário do Espírito Santo em Alenquer. Também fundou, em Santarém, o Hospital dos Inocentes, para crianças cujas mães, por algum motivo, desejavam abandonar. Com suas posses sustentava asilos e creches, hospitais para velhos e doentes, tratando pessoalmente dos leprosos.


Logo após a morte do seu marido, abdicou de seu título de nobreza, doando toda a sua imensa fortuna pessoal para as suas obras de caridade. Vivendo assim, o resto da vida em pobreza voluntária, na oração, piedade e mortificação, atendendo os pobres e doentes, marginalizados.


A rainha Isabel de Portugal morreu, em Estremoz, no dia 4 de julho de 1336. Venerada como santa, foi sepultada no Mosteiro de Coimbra e canonizada pelo papa Urbano VIII em 1665. Santa Isabel de Portugal foi declarada padroeira deste país, sendo invocada pelos portugueses como "a rainha santa da concórdia e da paz".


Milagre de Santa Isabel


Um dos mais conhecidos milagres de Santa Isabel é o das rosas. Conta-se que o rei, já irritado por ela andar sempre misturada com mendigos, a proibiu de dar mais esmolas. Mas, certo dia, vendo-a sair furtivamente do palácio, foi atrás dela e perguntou o que levava escondido por baixo do manto.


Era pão. Mas ela, aflita por ter desobedecido ao rei, exclamou:

- São rosas, Senhor!

- Rosas, em Janeiro?- duvidou ele.


De olhos baixos, a rainha Santa Isabel abriu o regaço - e o pão tinha-se transformado em rosas, tão lindas como jamais se viu.


Galeria de Fotos